Após derrotas no congresso, Lula troca R$ 9 bilhões em emendas por votos

Luiz Inácio Lula da Silva, presidente do Brasil, liberou R$ 9 bilhões em emendas de relator que tinham sido negociadas no governo anterior. Na campanha presidencial de 2022, Lula classificou o pagamento das emendas como ‘excrescência da política’.

O instrumento foi declarado inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Apesar disso, o governo Lula não colocou em prática nenhum procedimento que dê transparência à negociação. Os montantes serão liberados pelos ministérios das Cidades e da Integração Nacional e Desenvolvimento Regional, informou o jornal Estado de S. Paulo.

A manobra de Lula acontece depois das derrotas sofridas pelo governo federal no Congresso com o Projeto de Lei 2630 e o Marco Legal do Saneamento Básico.

Lula criticou pagamento de emendas

Em 2022, durante a campanha eleitoral, Lula criticou duramente a troca de emendas por favores no congresso e classificou o mecanismo como “orçamento secreto”.

Confira Abaixo:

 

Author: DoveCameron

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *